quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Exame revela: morte de Amy Winehouse não foi por drogas

  A família de Amy Winehouse revelou que o exame toxicológico provou que não havia drogas ilegais no corpo da cantora na hora de sua morte, mas que ela havia bebido.
   Os legistas, no entanto, não determinaram se foi a bebida que provocou a morte de Amy, no dia 23 de julho, em Londres.
   O comunicado provocará surpresa no mundo inteiro, já que a cantora teve problemas sérios com drogas pesadas por anos e morreu de forma prematura.
  O site TMZ conversou com um representante da Scotland Yard, que explicou que a agência ainda não recebeu uma cópia dos resultados dos exames do legista.
   No comunicado emitido pela família se lê:

“Os resultados toxicológicos enviados para a família Winehouse pelas autoridades confirmaram que não havia substâncias ilegais no sistema de Amy no momento de sua morte. Os resultados indicaram que havia presença de álcool, mas não foi possível determinar se a substância foi a causa de sua morte. A família gostaria de agradecer à polícia e os legistas por sua profunda investigação e por mantê-la informada durante todo o processo.”

   O resultado final da investigação só sai em outubro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário