domingo, 25 de março de 2012

Aumento do número de denúncias de abuso sexual a adolescentes

      O juiz da 2ª Vara da Infância e da Juventude, Sérgio Maia, julgou, nos últimos quatro anos, 308 casos de abuso sexual cometidos contra menores de idade em Natal. O número pode parecer pequeno se comparado com o tamanho da população. No entanto, até semana passada, a Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (DCA) instaurou 43 inquéritos e remeteu 35 à Justiça. Os casos se repetem quase que diariamente. Os acusados são, na maioria das vezes, parentes ou pessoas que têm proximidade e confiança da vítima. O combate e investigação desse tipo de crime, no Rio Grande do Norte, são incipientes. Há apenas uma unidade da DCA para atender todo Estado.

       Mas o que motiva um ser humano a abusar sexualmente de uma criança? Para o psicólogo, essa é uma questão ainda sem resposta definitiva e que vem despertando o interesse da comunidade científica. "Sabemos que existem certos fatores de risco para a ocorrência da violência sexual contra crianças: abuso de drogas e alcoolismo, histórico de violência, histórico de transtornos psicológicos, dificuldades de relacionamentos, dentre outros. Não podemos pensar em apenas um fator ou motivador do comportamento agressivo, mas sim, devemos considerar a junção de diferentes fatores devido à complexidade do assunto".

Nenhum comentário:

Postar um comentário