sexta-feira, 23 de março de 2012

Caso Andreia, defesa vai recorrer

    Com 34 minutos de argumentação,o advogado Álvaro Filgueira tentou convencer os jurados de que Andrei matou a ex-mulher num momento de emoção. Fazendo leitura de trechos do Código Penal Brasileiro, o defensor solicitou aos jurados que analisassem o caso com imparcialidade e levando em consideração o fato de que a emoção pode levar o ser humano ao enfraquecimento ou ao fortalecimento. "Nós não queremos a absolvição do Andrei, mas sim a redução da pena", argumentou o advogado.
    Após o anúncio da sentença, que condenou Andrei, Amilton e Mariana, o defensor da família Thies lamentou a decisão dos jurados e comentou o resultado do júri. "É, os jurados entenderam diverso do que a defesa previa. Mas a decisão é recorrível, e a defesa vai analisar com toda a calma e certamente vamos recorrer dessa decisão", falou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário