quarta-feira, 25 de abril de 2012

Novo tratamento para envelhecimento da pele

        A Faculdade de Ciências Farmacêuticas, da Universidade Estadual Paulista (Unesp), apresentou uma nova formulação baseada em pesquisas em nanotecnologia para combater o envelhecimento cutâneo.O projeto foi desenvolvido pelo farmacêutico Marlus Chorilli, e os primeiros testes em pessoas mostrou-se eficaz no combate às rugas, sem causar irritação.

      O pesquisador desse estudo desenvolveu uma nova formulação para transportar o palmitato de retinol, substância muito empregada nos cremes anti-idade convencionais. De acordo com Chorilli, a nanotecnologia foi empregada para melhorar a estabilidade e ação da formulação, tornando o retinol mais eficaz.
     Esse  inovador é a possibilidade de obtenção de cristais líquidos com silicones, menos agressivos que os tensoativos convencionais. A formulação penetra nas camadas mais internas da epiderme e controla a velocidade do princípio ativo que é liberado — diz o pesquisador.
     Segundo Chorilli, é incorporar o palmitato de retinol e outras vitaminas nos produtos anti-idade. O pesquisador garante que a etapa para desenvolver o cosmético é “relativamente simples”, e a descoberta poderia ser empregada em breve no mercado. O pesquisador não cita valores, mas garante que o produto é economicamente viável.