quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Ivan Júnior pode vetar aumento para prefeito e secretários

      O prefeito Ivan Júnior se mostra contrario ao reajuste. Segundo ele o impacto que será causado aos cofres públicos com a mudança nos salários poderá prejudicar as finanças de Assú. "Nós temos que analisar essa situação com muita cautela. Nós congelamos os salários nos dois primeiros anos de mandato, exatamente para enxugar a máquina e agora que o Legislativo vai ampliar de 10 para 15 o número de vereadores a partir de 2013, temos que ter cuidado porque essas despesas serão bancadas pelo Executivo", disse o prefeito.
       Ivan Júnior disse ainda que com a aprovação do projeto, ele poderá baixar um decreto para impedir que o reajuste possa ocorrer, sinalizando que pode vetar o aumento pelo menos no âmbito do Executivo ou seja para o prefeito e secretários. "Vamos analisar de forma minuciosa. Não podemos ser irresponsáveis de endossar uma proposta de reajuste no momento que lutamos para reduzir despesas", acrescentou.


Blog do Valderi Tavares